Itaipava De Som a Sol

Saiba o que esperar do próximo álbum de Justin Timberlake, “Man Of The Woods”




Como primeiro single do ano, recebemos Justin Timberlake com “Filthy” nessa última sexta-feira (05/01). Com batidas futuristas e sons robóticos, ele abre a sua nova era conceitual. Com novo álbum já marcado para 02/02, Man Of The Woods promete inovar nas batidas.


O clipe da música, dirigido por Mark Romanek, foi lançado no mesmo dia e mostra Timberlake apresentando uma grande invenção ao mundo: um robô que ele controla que diverte o público com passos de dança e efeitos. Na letra ele fala sobre os haters comentarem que aquilo é falso e é nesse ponto que se concentra todo o conceito da faixa. Ele utiliza o meme que está circulando na internet “Haters gonna say it’s fake”, em que as pessoas postam a frase com algum vídeo em que fazem algo extraordinário, mas que é claramente editado.


Após todas as críticas e questionamentos a “Can’t Stop The Feeling”, aos veículos alegarem ser uma música rasa e genérica e até ser elegida como pior música de 2016 pela revista Time. Ele cria o conceito em cima de sua família e a sociedade em que vivemos hoje, a de aparências. Porém, parece se esquecer do ritmo e melodia. Toda a faixa parece uma bagunça de sons e batidas robóticas. Outro fato é a ausência de sintonia e a grande repetição, tanto da letra quanto da melodia. Na produção, junto ao músico Danja, Justin parece querer ser futurista até demais. Além de misturar estilos modernos de forma confusa e se perder na composição.

A música traz um experimentalismo um tanto quanto exótico e acaba só fazendo algum sentido quando escutada junto ao clipe, talvez essa seja a ideia, ou o cantor ainda não conseguiu chegar a um nível mais elaborado de sua música. Ainda fica complicado dizer qual linha sonora o novo álbum deve seguir, porém esperamos ainda um pouco da raiz de Justin Timberlake em suas músicas, que junto ao conceito audiovisual do álbum, poderia se tornar algo monstruosamente consistente. Um álbum visual é o que este disco deve se tornar. Talvez musicalmente esse não tenha sido um bom começo para o cantor, porém ainda não dá para deixar de acreditar que Justin Timberlake vai dominar 2018.

Escrito por: Beatriz Russo