Nicki Minaj revive o alter-ego Roman Zolanski em retorno promissor


Após muita espera, Nicki Minaj retornou com seu duplo single “Chun-Li” / “Barbie Tingz”. Apostando novamente no lançamento de singles múltiplos, estratégia que não funcionou muito na época de “No Frauds”, “Changed It” e “Regret in Your Tears”.

É evidente que o reinado de Nicki Minaj esteve e está ameaçado por nomes como Cardi B e antigamente Iggy Azalea. Com isso, a cantora apostou em voltar às raízes com o seu melhor trabalho, The Pinkprint, e o sucesso foi satisfatório, mas nada comparado aos níveis atingidos com seu alter-ego Roman Zolanski. A rapper tentou se manter no nicho rap de raíz com o lançamento do single triplo “No Frauds” / “Changed It” / “Regret in Your Tears”, mas as expectativas não foram atingidas e o álbum foi adiado.

Agora a cantora aposta na volta de Roman, que deu inspiração à “Barbie Tingz”, provavelmente a canção menos inspirada da leva. Não que seja ruim – Nicki continua com uma habilidade notável com seu rap e as canções estão à altura, assim como essa, mas é “Chun-Li” que se destaca.


“Chun-Li” é um trabalho diferente, porém ainda com muita essência Minaj. Seu flow está melhor do que nunca e o instrumental da canção ajuda a construir o que é, até agora, um de seus melhores trabalhos.


As expectativas para o álbum estão grandes – e se ela inserir os 5 singles lançados até agora (e, quem sabe numa Edição Deluxe, a canção “Light My Body Up”, sua parceria com David Guetta, porque não?), seu novo trabalho tem grandes chances de se tornar o seu maior em qualidade.

Escrito por: Rodrigo Izetti