The 1975 traz a libertação para a pós-modernidade em “Give Yourself a Try”

Após o grande sucesso de I Like It When You Sleep, for You Are So Beautiful yet So Unaware of It, The 1975 está de volta com “Give Yourself a Try”, uma grande lição para a geração dos Millenials e New Millenials. 

Depois de tanta expectativa gerada a cada “1st June – The 1975” que aparecia nas redes sociais, o quarteto inglês está de volta com a batida frenética e a moral reflexiva de “Give Yourself a Try”, o carro-chefe de A Brief Enquiry Into Online Relationships – o novo álbum que deve ser lançado ainda nesse ano.

A sonoridade da música é extremamente agitada, acompanhada de uma bateria e riffs de guitarra eletrizantes que se aproximam muito de uma versão moderna e mais insana do instrumental de “Disorder”, do Joy Division. A melodia persiste em uma linha caótica responsável por nos dar a sensação de uma viagem no tempo, que somada à letra da música, nos leva a refletir sobre a sociedade e sua forma de viver na era pós-moderna em que nos encontramos hoje.

Agora beirando os 30 anos, Matty Healy, sem dúvidas, carrega consigo muita experiência. Muita coisa mudou desde seus primeiros trabalhos. Não só ele, como a própria banda evoluiu, trocando as músicas sobre drogas, sexo e festas por esse novo trabalho experimental, artístico e sóbrio, que pode ser muito bem interpretado como um guia de autoajuda. “You learn a couple things when you get to my age” já abre a faixa com um toque de sabedoria que precede os grandes conselhos para uma geração que vive por trás das telas.


Em um tom muito mais responsável do que seus lançamentos anteriores, Matty Healy abre uma sessão de terapia para os mais jovens, os aconselhando a dar uma chance à vida e realmente ir viver além dos celulares, computadores e qualquer outro dispositivo. O músico deixa em evidência que o segredo da felicidade não está nas drogas ou no sexo irresponsável, que muitas vezes eram protagonistas de seus grandes hits como “Sex” e “Chocolate”, mas sim no simples fato de sair da sua zona de conforto e ir tomar um ar fresco do lado de fora.

Com uma era fundamentada à base da tecnologia e imagens irreais e exageradas proporcionadas pela mídia, “Give Yourself a Try” é, sem dúvida, uma música para todo jovem ouvir e refletir. O The 1975 revela através de um discurso simples, honesto e responsável, que até a própria banda que faz parte da Indústria do Espetáculo, acaba sendo vítima da mesma. Dessa forma, todos ouvintes são convidados a viver e reverter a essa situação. E a mensagem só fica ainda mais forte a partir do momento que percebemos que seus conselhos vêm de aprendizados vindos de experiência própria. Talvez as letras do passado designassem pura autodestruição, porém a banda está pronta para levar isso para um caminho mais prudente do que nunca nessa nova era.

Não é à toa que o clima proporcionado pela agitação dos riffs e da bateria é sufocante, afinal é isso que vivemos atualmente. O grupo soube representar a saturação que viemos hoje em dia. Mas a solução e a libertação de tudo está lá mesmo: em cada verso interpretado por Matty Healy. É desse tipo de arte que precisamos atualmente!