Criolo e Haikaiss representam o rap nacional no Lollapalooza 2017


Como muitos já sabem, o Lollapalooza acontece já no próximo mês, em São Paulo, e o Keeping Track está fazendo um aquecimento bem bacana pra ninguém deixar nenhuma atração legal escapar dos olhos. Dessa vez, está na hora de provar que o festival não é só Indie e derivados, pois o mesmo prega a diversidade e se diferencia em uma abundância de outros gêneros também. Haikaiss e Criolo são as provas disso, prometendo trazer um pouco do rap brasileiro pros palcos do Lolla.

Haikaiss

Quando três rappers e um DJ se juntam para formar um grupo, definitivamente temos algo inovador, pelo menos no Brasil. Com SPVIC, Spinardi, Pedro Qualy e DJ Sleep, o grupo Haikaiss vem caindo na boca do povo, predominantemente mais jovem. A galera vem curtindo muito o rap dos caras com letras, rimas e batidas muito fortes.

Haikaiss traz uma cara totalmente nova para o rap brasileiro, dando até uma modernizada no mesmo, sem tratar temas muito pesados e conter conteúdo extremamente explícito. É uma fusão inovadora e pop do rap, culturalmente dizendo. O grupo conquista os mais jovens justamente por oferecer a identificação com o público em suas respectivas composições, dando sempre um ar de liberdade e autonomia, principalmente em letras como “nova forma de pensar, nova forma de agir, novo segmento, outra opção a se seguir” da música “Canto da Estação”.


Os meninos do Haikaiss prometem esquentar o palco do Lollapalooza com muita energia e originalidade. Provavelmente será um show que vai celebrar o hip hop e o rap ao extremo, conseguindo agitar a galera e ainda entretê-los com o espírito performático do grupo, assim como rolou no set de Karol Conká na edição de 2016 do festival.

Criolo

Criolo já está um bom tempo na estrada e, diferente do Haikaiss, já é mais conhecido pelo público em geral, principalmente por músicas como “Não Existe Amor em SP” e “Convoque Seu Buda”. Um artista que mistura tão bem o rap com o MPB merece ser respeitado e aplaudido de pé, então já se preparem pra fazer exatamente isso no Lollapalooza, pois ele merece.


Suas músicas prometem trazer pro festival um aspecto mais político, já que o rapper é mais engajado com essas atualidades. Portanto, pode esperar um rap que traz muita verdade e arrepio com sua interpretação e letras tão bem trabalhadas, apresentadas e argumentadas.

Criolo é a prova viva de que o rap é um dos gêneros mais sinceros e crus, sem esconder nada e é por isso que é tão poderoso. É apenas um prazer dizer que o músico vem de terras brasileiras. Definitivamente será um show cheio de versatilidade, tanto na construção das letras como na sua voz tão suave e deliciosa de ouvir. Seu set definitivamente será o espelho do brasileiro em pleno palco do Lolla.