Itaipava De Som a Sol

The Lumineers anuncia novo álbum e já libera "Ophelia", o primeiro single do material


Depois de quatro anos do álbum de estreia, finalmente a banda de folk rock americana The Lumineers anuncia o segundo disco da carreira, intitulado Cleopatra, que tem data prevista para 08 de abril. E para surtarmos ainda mais de felicidade, a banda já liberou o primeiro single do álbum, “Ophelia”, que contém prováveis influências de Hamlet, famosa obra de Shakespeare.

Após o impactante sucesso da viciante “Ho Hey”, o trio está de volta cheio de entusiasmo para essa nova fase. A expectativa, portanto, é grande para a banda. E é claro que a pressão está enorme por conta de tanta repercussão passada que The Lumineers teve nos últimos anos. Tanto é que o próprio vocalista afirma que “lidar com o sucesso foi bem mais difícil do que lidar com o fracasso”. E, de fato, será um grande desafio para o grupo superar o último material lançado, que é impecável.

Entretanto, a banda não deixou o nervosismo tomar conta. Alugaram uma pequena casa em Denver, Colorado para compor sem pressão alguma, de forma bem intimista. Os integrantes terminaram de escrever as letras só em seis meses, porém, para sair um trabalho bom, é obvio que tem que manter a paciência, para que a espontaneidade apareça da melhor forma possível. E todo esse cuidado tomado por The Lumineers já é refletido no novo single da banda, “Ophelia”, que esteve em andamento por quatro anos – sim, eu disse quatro anos! –, uma vez que, mesmo já tendo o gancho (hook) pronto, não tinha os versos ideais.



“Ophelia” é, basicamente, uma canção sobre se apaixonar perdidamente enquanto você já está perdido de certa forma. No entanto, mesmo com a relevância lírica, a música se destaca mesmo no estruturamento instrumental. Assim como em “Ho Hey”, a banda usa e abusa da percussão, que faz parte da identidade sonora de The Lumineers. Porém, diante das palmas e batidas simples, o piano é o grande marco da música, que dá certa classe ao folk comum do grupo.

Quanto ao álbum, Wesley Schultz – frontman da banda – já adianta que Cleopatra terá uma pegada mais pesada, no sentido de que será mais obscuro e misterioso do que o primeiro álbum – aliás, já dá pra perceber isso em “Ophelia”. O mesmo integrante também revelou que as faixas foram altamente trabalhadas, fazendo com que o grupo sempre ficasse tentando arranjos e melodias diferentes, para que conseguissem chegar na versão mais evoluída de cada música, evitando futuros contrastes de qualidade do material.

Sinceramente, pelo que já ouvimos de “Ophelia” e pela posição prometida para o novo álbum, teremos aqui, provavelmente, um álbum com um potencial fora do normal, o que nos faz ficar mais ansiosos ainda para abril, o grande mês de lançamento de Cleopatra.