Itaipava De Som a Sol

Zeeba conta sobre novo EP, amizade com Alok e parcerias que ainda quer fazer no futuro


Você provavelmente conhece o cantor Zeeba, responsável por emprestar sua voz aos grandes hits de Alok, “Hear Me Now” e “Never Let Me Go”. Mas nós conversamos um pouco com o músico e ele nos contou mais sobre os bastidores desses hits, suas principais influências, a carreira solo e o seu novo EP, que já está quase prontos, aliás.

Marcos Zeeba, filho de pais brasileiros, porém nascido na Califórnia, está conquistando cada vez mais espaço no nosso país. Tudo começou a dar certo com a parceria icônica que o músico fez com o DJ Alok e o produtor Bruno Martini para o hit “Hear Me Now”, música que ficou no topo das paradas brasileiras por muito tempo, obtendo até sucesso internacional. Agora, o cantor e compositor está divulgando "Found U", a sua faixa em parceria com o DJ francês Dimmi, mas também está focando em seu projeto solo, que deve nos render um EP de inéditas bem em breve. De fato, podemos já dizer que apesar de ser um artista revelação do cenário pop brasileiro, Zeeba sabe muito bem onde está e se comporta como veterano da Indústria da Música.


Com tanta coisa acontecendo em sua carreira, nós do Keeping Track não poderíamos perder a oportunidade de saber mais sobre a sua trajetória e planos para o futuro com a sua música, e pra nossa alegria, Zeeba já nos adiantou alguns detalhes exclusivos do seu EP e possíveis futuras parcerias. Confira:

KT: O single “Found U” saiu agora em setembro e gostaríamos de saber como surgiu essa parceria com o DJ Dimmi e como foi o processo para produzir a música?

ZEEBA: Quando a gente começou essa música eu estava no estúdio do Bruno Martini, o Dimmi estava passando por uma turnê aqui no Brasil e a gente acabou se conhecendo, pois tínhamos um amigo em comum, daí para frente a parceria deu super certo.


KT: Uma parceria que também deu muito certo foi com o Alok. Como foi o primeiro encontro de vocês e como você descreveria a relação de vocês – tanto profissional quanto pessoal? Podemos esperar mais colaborações com ele nos próximos meses?

ZEEBA: Sim, o Alok é um grande parceiro meu, eu conheci ele através do Bruno Martini com a canção “Hear Me Now”. Nossa relação é muito boa, ele me ajudou bastante no começo da minha carreira e acabou que a gente já viajou tanto que viramos irmãos, tanto no pessoal como no profissional, meu parceiro de trabalho e de curtição. Bom a gente tem coisas novas aí também em breve, aguardem!

KT: Existe alguma outra parceria em mente que você queira muito fazer?

ZEEBA: Eu estou em busca de uma parceria nacional também, queria ver se eu pegava algum cantor de uma outra área, tipo Seu Jorge, Tiago Iorc, tô escutando agora Anavitória que está vindo aí com tudo...eu também gosto bastante delas. E tem bandas que eu admiro como Coldplay, que me influenciou que eu adoraria fazer colaborações.



KT: Você tem uma dualidade musical muito interessante, ainda mais para o mercado de música brasileiro, que é o seu lado indie rock e também a sua familiaridade com o EDM. Como você descreveria seu som e esses dois lados do Zeeba e como você acredita que ele impacta no mercado de música brasileira?

ZEEBA: O que eu faço hoje em dia é pop, tem essas características, esses elementos eletrônicos, mas que muita banda hoje em dia tem também. Acho que minha característica é misturar tudo, sempre gostei muito de rock, eu entrei nesse “mundo” do eletrônico com “Hear Me Now”, mas é algo que eu já absorvi para mim. Acho que impacta por que é meio que a consequência de ser uma música pop, “Hear Me Now” e “Never Let Me Go”, elas foram lá para cima porque são músicas boas que têm uma linguagem universal e conquistou o mercado brasileiro.

KT: Nós sabemos que suas composições em inglês se devem ao seu contato mais direto com as músicas americanas. Quais são suas principais influências?

ZEEBA: Sim, minha influencias são essas, como The Kooks, eu escutei muito Coldplay e Oasis, no meu começo eu gostava muito de punk pop e Blink 182, que era um rock mais simples.



KT: E música nacional, você costuma ouvir quais artistas?

ZEEBA: Eu nunca escutei muito, mas eu escutava bastante Charlie Brow Jr. na minha adolescência, foi uma das bandas que eu mais escutei e um pouco de CPM22.
Hoje em dia eu estou escutando um pouco mais por estar de volta ao Brasil e fazendo essas turnês, Estou tendo o primeiro contato com o sertanejo agora por estar tocando bastante no Villa Mix Festival. 

KT: Nós vimos que você tem um novo EP chamado INK. Você já tem bastante conteúdo pronto? Alguma faixa em português, talvez? O que podemos esperar dessas próximas músicas? Algum detalhe exclusivo?

ZEEBA: Sim, tenho um EP novo a caminho, tem mais de 12 músicas prontas, agora eu preciso selecionar. Terá muita novidade e canções boas, com grandes parcerias, em breve divulgo mais informações. 

Bom, o que nos resta é ficar de olho para vermos essa nova etapa maravilhosa da carreira do Zeeba. Já estamos ansiosos! ;)