Aurora volta mais confiante e otimista com seu novo single, “Queendom”

Demorou dois anos, mas a nossa fada Aurora finalmente voltou com música nova para seu segundo álbum, ainda sem previsão de lançamento.  

“Queendom” surge como seu primeiro single desde o hiato de seu álbum de estreia, All My Demons Greeting Me As A Friend, lançado em março de 2016. Apesar de já ter cantado algumas músicas inéditas ao vivo (como “In Bottles”“Animal” e “Forgotten Love”), “Queendom” é a primeira revelação oficial de seu novo projeto. A música traz um gostinho de como provavelmente será seu segundo álbum: mais confiante e otimista.

A cantora e compositora norueguesa conseguiu sua visibilidade já com seu disco de estreia e com covers que conquistaram o público, como o do Oasis, “Half Of The World Away”, e do David Bowie, “Life On Mars”, que foi tocado no seriado Girls. Ao mesmo tempo, sua fama no Brasil também vem crescendo: Aurora veio ao país duas vezes em menos de um ano – para shows solo no final de 2017 e para o festival Lollapalooza, agora em 2018. Além disso, Aurora foi convidada para cantar a música de abertura da novela da Globo, Deus Salve o Rei, contando até mesmo com videoclipe.



Ainda sim, sua fama não parece ser proporcional ao seu talento: a cantora tem um estilo próprio muito diferente do que se vê por aí, seu indie pop é bem autêntico, sua voz angelical supera qualquer expectativa e seu primeiro álbum, All My Demons Greeting Me As A Friend, é um desabafo muito bem produzido.

Para seu próximo álbum nossa curiosidade já foi instigada no começo de abril, quando Aurora lançou um pequeno teaser (intitulado “Our Queendom Come”) que mostra a cantora trabalhando em seu novo projeto. No vídeo, Aurora diz: “Eu sonho quase toda noite que estou nesse lugar. Eu não acredito, até mesmo nos meus sonhos. Eu estou presa. Eu acho que eu permaneço lá porque eu sei, nos meus sonhos, que eu tenho um trabalho a fazer aqui”.


E agora, poucos dias depois, Aurora finalmente lançou material novo, dando a nós um gostinho de como será seu segundo álbum, ainda sem nome. “Queendom” se mostra um pouco diferente de suas músicas anteriores.  O ritmo é mais animado, um pouco mais pop, mas sem tirar a essência de suas habituais batidas e das letras bem compostas. A música fala sobre a aceitação de qualquer pessoa dentro do reino que ela construiu – governado por ela, a Rainha. Como complemento da música, Aurora diz:

“Queendom é sobre celebrar todas as diferenças em nós. É sobre celebrar as músicas, as crianças, os animais e também os homens. Os mais quietos e os introvertidos, onde eles podem cantar e serem vistos. É sobre as pessoas tímidas e as pessoas solitárias e eu espero que possa ser um lugar onde nós possamos ir para sermos sozinhos juntos, até que não estaremos mais sozinhos. Queendom é um lugar para todos nós.”

Assim, “Queendom” surge como uma resposta para seu primeiro disco, All My Demons Greeting Me As A Friend. Suas músicas antigas traziam um tom melancólico, pois eram um desabafo de alguém que pega para si todas as dores do mundo. Seu álbum de estreia foi um pedido de ajuda. Era um anseio por um lugar melhor, era sobre apontar as tragédias do mundo e mostrar como isso nos afeta. Com ritmos indie pop mais sobrecarregados e lentos (até mesmo nas músicas mais animadas), Aurora traduziu em versos muito bem escritos sua vontade de fugir para um lugar onde não tivéssemos que carregar o fardo de nossa existência.

Em “Queendom”, Aurora cria esse lugar. Tanto a letra quanto o ritmo mostram mais confiança e atitude. A cantora norueguesa traz uma visão mais positiva e nos acolhe em um ritmo de festa, em um lugar onde todo mundo é bem-vindo. Aurora está mais forte e agora nos ampara: seu “reino” quase parece real – a música nos puxa para essa nova realidade alegre onde tudo é possível, onde todos são aceitos e onde a angústia de seu primeiro álbum que antes nos identificávamos ficou para trás. Em All My Demons Greeting Me As A Friend, Aurora precisava ser abraçada. Nesse seu novo single, ela nos abraça e nos abriga.


Tudo indica que seu segundo álbum será ainda mais pop, com uma pegada eletrônica mais firme e, acima de tudo, mostrará um lado mais confiante e otimista da cantora. Enquanto o álbum não sai, vamos torcendo para que a fada da voz angelical volte ao Brasil para dançarmos juntos em seu novo reino!