Itaipava De Som a Sol

Jain bate um papo sobre seu jeito interessante de fazer música


Imagem relacionada


O Lollapalooza 2019 já começou e já podemos curtir muito de tudo que o festival nos permite. Nesse primeiro dia já acompanhamos diversos grandes artistas e ainda temos mais dois dias cheios por vir! Aproveitando isso batemo um papo com a cantora Jain, que se apresentará hoje (06/04). Venha conferir.

Jain é uma cantora francesa de pop que tem influências de diversos outros lugares, principalmente por ter vivido em Dubai e no Congo. Seu último álbum - bem autêntico, por sinal - chama-se Souldier,  e mostra bem seu estilo alternativo. Conversamos um pouco com ela ontem (05) e soubemos de algumas curiosidades sobre suas criações. Confira a entrevista a seguir:

KT: Primeiramente, gostaria de dizer que Souldier é brilhante, parabéns pelo ótimo trabalho. Mas, também sei que esse sucesso não surgiu da noite para o dia e gostaria de saber mais sobre a sua jornada. Você nasceu na França, mas já viveu em Dubai e no Congo, certo?

Jain: Sim! Vivi lá nos meus anos mais jovens e isso realmente me ajudou a criar a ideia do álbum, que fala sobre a conexão sobre quem eu sou e o que eu sou. E esse sucesso começou a crescer e quando eu comecei a gravar eu realmente queria que se tornasse algo bom.

KT: Como essa experiência de viver em outros países te inspirou a criar suas músicas?

Jain: Hmm,eu gostaria de dizer que eu faço algo como música Pop, mas há uma combinação de experiências  e outros estilos como hip-hop que influenciaram isso. E eu me atraio a outros estilos musicais que me inspiram a descobrir e a criar o meu estilo pop.


KT: E sobre o Brasil, você conhece ou gosta de algum artista ou música daqui?

Jain: Sim! O Tim Maia, ele é brasileiro, certo?! (risos) Eu gosto das músicas dele e do estilo meio como um funk [a mistura jazz/soul], eu costumava a ouvir quando era mais nova.

KT: Agora, falando sobre as suas músicas: Souldier é seu trabalho mais recente e têm ótimas faixas presentes nele. Você tem alguma favorita? O que ele significa para você?

Jain: Cada música fala um pouco sobre a minha procura, meu desenvolvimento, algo na minha vida e o que muda com o tempo. Em cada álbum eu gosto de trazer algo diferente, algo a mais. Gosto de pensar sobre a minha vida e gostaria que meu álbum fosse muito conectado comigo. E eu queria fazer algo bem otimista com uma nova ideia.

KT: E é interessante que essas canções criadas te façam viajar todo o mundo tocando em grandes festivais, como agora o Lollapalooza na América do Sul. Como você se sente por ter a oportunidade de fazer isso?

Jain: É incrível porque eu quero muito compartilhar e levar a minha música para todo o mundo, é por isso que eu as escrevo em inglês, para conseguir falar com todos ao redor do mundo. Acredito que isso é o que contribui para a construção do álbum e mostra o que eu quero e por que eu faço música.

KT: Muito legal! E o que podemos esperar sobre o seu set no festival?

Jain: Hm, quando estou sozinha no palco é como se fosse um sistema sonoro, mas que eu estou cantando e me movimentando ao mesmo tempo... Tento me comunicar comigo mesma e com o público e vou levar isso para o meu show.

KT: Que mensagem você gostaria de passar com a sua apresentação?

Jain: voilà... acho que é mais sobre paz e sobre civilização. Acho ótimo estar no palco e poder me comunicar com esses sentimentos, é algo que ajuda de alguma forma a me conectar com o público... então, essa é minha meta de apresentação.


KT: O que você pensa sobre o público brasileiro? Imagino que já tenha ouvido sobre...

Jain: Ah sim, sim, sim, eu os amo, é claro! Eu amo o público e a energia. Eu amo poder estar cantando para muitas pessoas e permitir eles verem como você está indo e cantar junto a sua música. Eu acho isso lindo!

KT: Aposto que está muito animada para isso!

Jain: É claro que estou (risos). Essa é minha primeira vez no Brasil e eu já estou amando! Mal posso esperar pelo show de amanhã!

KT: Espero que dê o seu melhor! E, para terminar, desde que você está aqui, você planeja visitar algum lugar, aprender um pouco de português?

Jain: Hmm… voilà, eu não consigo falar português, mas eu estou tentando aprender algumas palavras para falar com o pessoal e tentar fazer eles entenderem o que estou dizendo. E acho que será um bom show e mal posso esperar!