Halsey inaugura nova era com “Nightmare”, verdadeiro rock feminista

Após o sucesso de “Without Me”, seu último single solo, Halsey marcou retorno na última sexta-feira (17/05) com o lead do novo álbum. No meio tempo ela lançou uma parceria mais voltada para o pop emo com o cantor Yungblud e o baterista do Blink-182, Travis Barker. Agora, ela aproveita dessa influência para mostrar ao mundo a ousada “Nightmare”.

A cantora pop, que nos últimos trabalhos usou muito do R&B e da música eletrônica, aproveitou para inovar nessa nova era, ou talvez voltar para as suas raízes. “Nightmare” é um verdadeiro hino feminista carregado em rock, algo já feito nos primórdios de sua carreira com “New Americana”. A novidade é pequena influência do punk rock, o que torna a faixa mais pesada e agressiva.

Halsey inaugura nova era com sangue nos olhos, tratando de assuntos sociais muito polêmicos, como o machismo e o padrão de beleza. Além disso, “Nightmare” traz um clipe repleto de referências e “cutucadas” ao sistema. Ela funciona como um grande conselho para as meninas mais novas, como mostrado em dedicação feita pela própria artista em sua conta do Twitter.

O conceito principal gira em torno da resistência contra a ideia de que as mulheres precisam ser gentis, delicadas e sempre sorrirem perante a sociedade. Ela desconstrói o padrão de princesa e boa moça, que não pode nunca ser grosseira, mesmo com toda a desigualdade e desconfiança que sofrem. Já na primeira parte mostra que “No, I won't smile, but I'll show you my teeth”.



O clima é de revolta, os vocais são quase gritos furiosos. Lembra o som de bandas como Fall Out Boy, mas não deixa totalmente de lado os sons eletrônicos e as batidas R&B, que tomam conta dos versos mais calmos. As imagens do vídeo são algumas vezes em preto e branco e lembram shows de punk, algo considerado “de homem”, mas desta vez só com mulheres em revolta.

Desde a sua adolescência a cantora tem ouvido muito do rock alternativo. Até hoje escuta bandas como The Oasis e claro, Blink-182. De acordo com entrevista ao G1, inclusive, está usando obras como essas como inspiração para a criação do novo álbum.

O segredo de toda essa força feminista está em “recognize the weapon in my mind”. Não é uma letra de mensagens escondidas e sim bem direta na mensagem que quer passar. Fato ainda mais impactante junto as imagens de todos os tipos de mulheres no videoclipe se levantando, indo à luta, se mostrando fortes e donas de suas próprias vidas.

“Nightmare” é muito mais do que um single para ficar no topo das paradas. O single incentiva uma luta muito importante como o feminismo. A melodia combina perfeitamente com a temática e consegue impactar o grande público. Halsey chegou para mostrar que “she’s no sweet dream, but a hell of a night”.