21 artistas nacionais que você precisa conhecer em 2021!

Nada como descobrir novos artistas e novos sons da cena nacional, né? A cada ano, a música brasileira fica ainda mais plural e surpreendente. Em 2020, fomos presenteados com vários novos talentos, incluindo Agnes Nunes, Bryan Behr, Elana Dara, Gilsons, Giulia Be, entre outros. Agora a pergunta é a seguinte: o que será que 2021 nos reserva?

Separamos para vocês conhecerem 21 artistas nacionais que prometem bombar em 2021, dos mais diversos estilos musicais. Confira a lista a seguir:

Alex Albino

Essa lista não poderia começar de forma melhor a não ser com Alex Albino. O músico traz à cena alternativa brasileira uma marca extremamente autêntica, com uma figura emblemática, burlesca e excêntrica que atinge níveis hipnotizantes em sua performance. O artista dosa muito bem produções viscerais com composições intimistas que penetram em nossas mentes de forma indescritível. Em seu EP de estreia, Mercúrio, gravado em Nashville, e no novo single "Like Water", Alex Albino deixa mais do que evidente que nasceu para ser um ícone.


ALVA

Talvez você já deve ter ouvido de ALVA antes, mas sob o nome Tais Alvarenga, pelo qual a cantora assinava belas canções guiada por um piano intenso e imersivo. Agora, explorando novos caminhos, ela se reinventou e decidiu deixar esse seu lado romântico no passado para se libertar e abraçar uma faceta mais inusitado de sua música com um atitude indomável. O EP De Onde Eu Vim o Amor Não Acaba, explora temas de autoaceitação, quebra de padrões e pressão da sociedade, unindo sua maestria poética de sempre, mas em uma nuance muito mais voraz.


Ana K

Se você é um grande fã de divas pop, Ana K é o novo nome para a sua lista. Com uma postura pronta para conquistar o mundo, a cantora promete te cativar com sua fusão pop de R&B, soul e black music. Seu EP de estreia, Tudo Pra Mim, deixa claro que a cantora veio para dominar o movimento hoje encabeçado por nomes como Anitta, Iza e Pabllo Vittar, mas com uma confiança e charme que só ela tem. 


Ana Olic

Guiada pela linha de sad songs, a jovem paulista expressa uma suavidade R&B muito espontânea e cativante. Sempre mergulhando em letras vulneráveis, Ana Olic encanta com uma fluidez musical cheia de sentimentos que promete conectar toda uma nova geração. Aliás, é exatamente por essa característica que sua base de fãs tem crescido, levando com que a cantora se tornasse já uma grande revelação na internet, principalmente por conta dos sucessos  “Maluca”, “Pedaços" e ”Ciúmes”.


BIN

De Belford Roxo para o mundo! BIN teve uma escalada meteórica na cena underground do hip hop nacional. Desde 2018, o carioca só vem crescendo a cada novo lançamento, sempre deixando registrado o tom único de sua voz e rimas geniais tão inerentes de seu trabalho. Flertando com melodias mais pop, em 2020, BIN emplacou o grande hit “Marília Mendonça”, que ultrapassa os 40 milhões de streams hoje e chegou ao topo de todas as plataformas em seu lançamento. Logo depois, em setembro, no lançamento de seu álbum de estreia Para Todas as Mulheres que Já Rimei, o artista uniu vários nomes consagrados da cena do hip hop, além de muitos outros novos artistas, e provou mais uma vez seu potencial de se tornar um fenômeno da música brasileira em nível mainstream.


Calil

Se você gosta daquele pop sofrência que levou Jão aos holofotes, Calil é o artista certo para você! Antes conhecido como Bruno Sfair, o músico traz canções confessionais banhadas por uma leveza melancólica e doce ao mesmo tempo. O artista sabe como tornar uma música em uma preciosidade cheia de emoção. Prova disso é o EP Desabafo, lançado em dezembro de 2020 com 4 faixas cheias de reflexões, todas escritas em parceria com suas grandes amigas DAY e Carol Biazin, que são duas das maiores revelações que tivemos no pop nacional nos últimos anos.


Imbapê

"Filho da deusa dos Mares e da deusa dos Rios, possui alma de leão e pode ser maleável como a aguá, mas se preciso, também sabe ser veroz como as correntezas e as ressacas que levam aqueles que nao respeitam os elementos e os seres vivos". É assim que Imbapê se descreve. Com uma persona artística quase que folclórica, o artista mineiro traz um ar carnavalesco e versátil com uma chama performática pouco vista hoje na música brasileira. Seu single "Pisciano", lançado em março deste ano, é o maior exemplo disso. Mal podemos esperar para Imbapê ir cada vez mais longe com sua energia tão vibrante.


Juliana Linhares

Conhecida por assumir os vocais da banda Pietá, a artista mergulha em uma profundidade ainda mais simbólica com seu projeto solo. Lançado em março deste ano, o álbum Nordeste Ficção foi imaginado como um roteiro de teatro, um romance de auto ficção ou um docudrama cinematográfico, viajando por vários extremos, desde os mais leves, passando por momentos mais amargos até os inesquecíveis pontos festivos. Tudo se encontra uma musicalidade bela enraízada na grandeza melódica nordestina, que serve de perfeito cenário para a cantora quebrar os estereótipos que o resto do Brasil impõe à região, abrindo um novo olhar para o ouvinte. O trabalho conta com as participações louváveis de Letrux e Zeca Baleiro.


Luthuly

Nascido e criado na Favela da Rocinha, o artista de 26 anos surpreende com uma sensualidade romântica com muito estilo. Luthuly foi revelado em 2015 como vocalista da banda Sinara, junto dos netos e filho de Gilberto Gil. Agora se aventurando pela carreira solo, o carioca apresentou o R&B experimental cheio de brasilidade do álbum de estreia, Pele. O projeto carrega a ancestralidade africana do músico, de forma elegante, original e audaciosa. Além de sua voz doce e potente, o disco transcende por instrumentações primorosas. Um verdadeiro talento para se colocar no radar!


Mariana Froes

Transitando por ritmos brasileiros com uma sensibilidade muito singular, a goiana Mariana Froes tem dado passos cada vez mais maduros em sua carreira agradando muito a crítica especializada. Com apenas 18 anos, a cantora já se tornou um fenômeno na internet com mais de 600 mil inscritos em seu canal no YouTube, onde começou compartilhando covers de seus artistas favoritos. Agora ela trilha seu caminho autoral e colore a MPB com tons deslumbrantes, profundos e modernos. Esse dom a levou para a aclamação indiscutível de seu EP Nebulosa, lançado em 2020, além do sucesso de "15b", em parceria com Rodrigo Alarcon. O céu é o limite para ela!


Matheus Who

Como falar do indie ou bedroom pop nacional sem mencionar o artista em ascensão Matheus Who? Praticamente impossível. Conhecido por ser vocalista da banda de indie rock Carmen, o carioca equilibra um som despojado e intimista para falar de desilusões, amarras e temas das novas gerações. Mestre na técnica DIY, o artista mostrou o seu grande potencial no EP de estreia Hello, I Love U. Em 2021, Matheus Who ainda deve lançar seu aguardado primeiro álbum, que traz composições em português muito pessoais e convidados especiais da cena alternativa. Já dá pra ter um gostinho com os singles "Festa" e "A Gente Vai Dançar", esse último em parceria com Sofi Frozza.


Murilo Bispo

Você já deve ter ouvido dele pelo The Voice Brasil. Em 2018, Murilo ganhou renome nacional após chegar às semifinais do programa. Desde então, ele lançou dois singles bem recebidos pelo público, além de uma parceria com João Klein. Influenciado pelos sons de John Mayer e Shawn Mendes, o artista tem tudo para reerguer com maestria o movimento singer/songwriter no cenário brasileiro. No ano de 2021, Murilo tem planos de colocar no mundo o projeto 96' Live In Studio, que promete ser um grande divisor de águas em sua carreira. O lançamento deve trazer um som ainda mais maduro, guiado por guitarras e synths marcantes com alto potencial de agregar um novo frescor ao pop em nosso país.


Nick Cruz

Se você procura um artista completo, pode ativar seu radar, porque Nick Cruz vem aí! Além de transitar entre melodias pop contagiantes, ele dança, canta e é dotado de muita atitude. O jovem capixaba saiu de casa ainda muito novo, com 15 anos, fez inúmeros bicos para se sustentar durante a adolescência até que em 2019, ele assinou com a Warner Music Brasil em pleno Rock In Rio. Hoje ele  já é uma das maiores apostas da gravadora para 2021. Já com três singles lançados, Nick Cruz te ganha no primeiro play e prova que nasceu para ser destaque nos grandes palcos do Brasil.


Nilo

Com apenas 18 anos, o jovem paulista impressiona com sua versatilidade musical tão natural. Com uma leveza que só ele tem, ele consegue ir do funk ao reggaeton e do pop ao eletrônico, sempre deixando um carisma único assinado em suas canções. Ele começou a bombar em 2020, ao compartilhar covers de seus artistas favoritos, como Livinho e MC Niack, no TikTok e no Instagram. A repercussão foi tanta que ele chamou a atenção de Anitta, que mostrou interesse em empresariar Nilo. Meses depois, ele também ganhou ainda mais reconhecimento ao fazer parcerias com Don Juan e Elana Dara. Com uma escalada perfeita ao longo dos meses, 2021 parece o ano ideal para o artista decolar de vez.


Pink Roof

Se você ama descobertas da cena alternativa brasileira, a banda carioca Pink Roof é uma grande candidata para entrar na lista de seus novos artistas favoritos. Formado em 2019, o trio traz um som indomável pronto para elevar ainda mais a presença feminina no rock nacional. Suas músicas são marcadas por vocais rasgados, riffs ardentes e uma bateria frenética cheia de adrenalina. As meninas nunca falham em termos de performance. Elas foram feitas sob medidas para grandes arenas e para os palcos principais dos festivais de todo o país!


Rafa Gerazo

O produtor é conhecido por trazer um toque intenso e singular à música eletrônica, sempre com a presença da guitarra, que torna tudo ainda mais grandioso e intenso. 2020 foi um ano importante para Rafa Gerazo. Ele teve uma ruptura completa em sua carreira com as produções ambiciosas de faixas como "Ghost", "Lighten" e "Even If It Hurts". Provido de um olhar inovador, Rafa tem tudo para ir longe e conquistar seu lugar nos holofotes.


Renan Kneipp

Um tom profundo, mas com um toque despojado. É dessa forma que Renan Kneipp nos encanta, flertando entre o pop, folk e R&B de forma épica, sem grandes esforços. Sempre contando boas narrativas, sua música pode ser pulsante, chiclete e reflexiva ao mesmo tempo. Já sua interpretação vem de inspirações fortes da música brasileira, como Elis e Rita Lee, fazendo com que todas as suas músicas soem como verdadeiros gritos de libertação. Renan já lançou 4 singles até hoje e pretende lançar o EP de estreia ainda em 2021. Mal podemos esperar pelo que o futuro lhe reserva!


Saudade

Sim, "saudade". Esse foi o sentimento escolhido por Saulo von Seehausen para dar nome ao seu projeto musical. E ele traduz tal essência de forma extraordinária em seu som, que reproduz a ideia de nostalgia em uma viagem sensorial sem igual. Sempre em passos delicados, o artista traz um tempero psicodélico e moderno à boa e eterna Bossa Nova. É assim que em seu álbum de estreia, jardim entre os ouvidos, ele proporciona uma experiência revigorante ao ouvinte. Se você ainda não conhece o trabalho de Saulo, vá sem pensar duas vezes, porque ele tem grandes chances de ser uma das suas descobertas mais preciosas.


Thami

Dona de uma voz potente e marcante, a carioca cativa com um som refrescante e muita confiança. Em 2020, Thami realmente ganhou um público fiel, após ser destaque em várias playlists importantes nas plataformas de streaming. Desde então, ela vem nos encantado com suas nuances R&B e NeoSoul. Assim como Ana K, ela tem grande chances de entrar para o mais alto escalão da música pop brasileira. É só questão de tempo!


Vinife

Se você gosta de músicas cheias de energia e grandes vocais, Vinife é o artista certo para você. Com uma pegada poderosa e pungente, seu som pode se desdobrar em momentos mais emotivos e intimistas, mas também funciona incrivelmente bem quando usado de forma explosiva e mais despojada. Independente do mood, Vinife nunca falha em causar impacto. Destaque para seus grandes hits "Anxiety", "Beat Me" e "Dust". São todos de arrepiar!


Vitor Guima

Indiscutivelmente, Vitor Guima é uma das maiores apostas da MPB. Seu álbum de estreia, O Estrangeiro, foi super bem recebido pela crítica especializada, chegando até entre os 25 melhores discos do ano pelo Estadão. O artista promete te conquistar com composições cruas e instrumentações que florescem entre o rock, folk e Bossa Nova. E prepare-se, no dia 07 de maio, o Vitor Guima embarca para seu segundo álbum, Canções Para Beatriz, que promete trazer uma produção ainda mais rica do que a linha acústica do seu debute, incluindo naipe de metais, um quarteto de cordas, piano e guitarras. Já estamos ansiosos!


Menções Honrosas

Não queremos nos alongar muito na lista, mas também não podemos deixar de citar outros grandes artistas que conhecemos recentemente e que também são grandes promessas da cena nacional, como é o caso da Thifany Kauany, Thícia, Flávia K, Lua, Martte, Mobi Colombo, Tiago Picado, Bella Schneider, Vicka, Gabriel Froede, Serena, Miguel Ev, Léo Soma e Brunelli.

E, claro, agora indo mais para o lado dos veteranos, continue dando muito play nas revelações que descobrimos nos últimos anos, como Agnes Nunes, Amen Jr, Bryan Behr, DAY, Donatto, Clara x Sofia, Carol Biazin, Elana Dara, Luan, Daparte, Cammie, João Klein, MTK, Thalles, O Grilo e Lucas Pretti.

Nenhum comentário:

Postar um comentário