As músicas de abertura mais marcantes das séries de TV



Pensei bastante sobre qual seria o tema do meu primeiro post para o blog e, apesar de muita coisa ter passado pela minha cabeça antes, percebi que nada seria melhor do que juntas as duas coisas que mais gosto na vida: música e séries de TV.

No meio audiovisual em que estudo, aprendemos que áudio e vídeo são partes de um mesmo todo e que deve se dar a esses dois aspectos a mesma atenção. Muito do que se vê na TV e no cinema deve seu sucesso a sua trilha sonora muito bem orquestrada, o que é o caso de muitas séries que assisto ou já assisti na vida. Por isso, reuni aqui as músicas de aberturas que se tornaram automaticamente relacionadas a seus respectivos programas na mente das pessoas, que marcaram gerações e fizeram artistas despontarem no universo musical. (Ps: contém apenas as aberturas com músicas cantadas, que fogem do instrumental que é padrão lá fora)

Shameless (US)
O The High Strung é uma banda norte-americana que se iniciou por volta de 2004, tocando em bibliotecas do estado de Michigan antes de emplacar seu maior hit na abertura da série Shameless (US). Do álbum de estúdio Moxie Bravo, a música “Luck You Got” casa perfeitamente com a série por ser descolada e alternativa, com letras que ressaltam os altos e baixos, a sorte e a má sorte, a felicidade e a tristeza, que também fazem parte da vida dos personagens. Shameless, por sinal, é imperdível. Ela expõe grandes problemas da sociedade de maneira nua (literalmente) e crua, sem deixar de divertir e apresentar personagens extremamente cativantes e reais.


Música: “Luck You Got” – The High Strung
Ouça também: “Standing at the Door of Self Discovery”

The O.C.
É quase impossível pensar na clássica The O.C. sem automaticamente lembrar de sua música de abertura “California”, da banda Phantom Planet. Pouco antes da estreia da série em 2003, a banda já era relativamente conhecida no cenário indie pelo seu álbum The Guest, mas foi só com o sucesso estrondoso do programa que o grupo conseguiu seu merecido reconhecimento mundial. Icônica, a música é uma power ballad bem praiana e ilustra como nenhuma outra a vida de um garoto da periferia que cai de paraquedas no melhor lugar para se estar na Califórnia: com os privilegiados jovens do Orange County. Uma das minhas séries favoritas de todos os tempos e com uma trilha sonora impecável, fica aí a indicação.


Música: “California” – Phantom Planet
Ouça também: “Lonely Day”

Orange Is The New Black
A mais atual e também uma das mais populares, “You’ve Got Time”, da famosa cantora Regina Spektor, desde 2013 faz todo mundo levantar do sofá para cantar a abertura da série mais vista do Netflix. Ambas série e música foram nomeadas para as maiores premiações americanas, como o Emmy e o Grammy, respectivamente, e não é por menos, já que a música é contagiante e que a letra representa a essência de Orange Is The New Black: pessoas das mais diversas personalidades, com surpreendentes histórias de vida, confinadas e presas a seus próprios pensamentos e lembranças. Extremamente cômica e emocionante, a série é magnífica do começo ao fim.


Música: “You’ve Got Time” – Regina Spektor
Ouça também: “Fidelity”, “Us”

True Blood
True Blood sempre foi conhecida por ser polêmica e excêntrica, com personagens sobrenaturais que vivem em conjunto com os humanos em uma pequena cidade do interior de Louisiana, nos Estados Unidos. Nada melhor do que “Bad Things”, de Jace Everett, para ilustrar todo esse universo sangrento, sexual e bizarro da série, que apresenta uma melodia country agressiva e uma letra bastante provocativa em seu refrão. Antes do sucesso de sua principal música em 2008, Jace já havia conquistado ótimos números na Billboard. No entanto, o restante de suas músicas segue a linha do country tradicional, mais calmo e clean, sem as batidas pesadas de “Bad Things”.


Música: “Bad Things” – Jace Everett
Ouça também: “Evil Is Going On”

Community
Infelizmente, Community passou relativamente despercebida pela grande massa do público dos EUA, onde foi exibida inicialmente em 2009, mas números de audiência não são reflexo de qualidade. A série deixou um legado de piadas incríveis, personagens memoráveis e situações hilárias que ocorriam dentro de uma faculdade comunitária. Mas um grande presente foi também a música de abertura da série, que é uma das minhas preferidas até hoje: “At Least It Was Here”, da banda pop rock The 88.


Música: “At Least It Was Here” – The 88
Ouça também: “Hide Another Mistake”

New Girl
Imagine quando a atriz é perfeita para a série, a série é perfeita para a música e ambas são perfeitas para a atriz, que calha de ser também a cantora da música em questão: isso só pode ser possível quando há Zooey Deschanel envolvida. Desde 2006 em um dueto chamado She & Him, Zooey dá sua voz a canções de uma mistura de gêneros indie-pop, folk e jazz, definindo seu estilo característico e ideal para a série que viria a protagonizar em 2011. Produzida especialmente para New Girl, “Hey Girl” é extremamente upbeat e consegue passar tudo aquilo que a série e sua protagonista são: a definição de fofura. E se a música de abertura já conquista de cara, o elenco termina de fazer esse trabalho, trazendo um humor leve e agradável.


Música: “Hey Girl” – Zooey Deschanel
Ouça também: “In The Sun” – She & Him
  
One Tree Hill
Da lista, Gavin Degraw foi o artista que mais despontou na indústria musical após seu single “I Don’t Want to Be” ter sido exibido durante a abertura da série One Tree Hill, em 2003. O cantor lançou outros quatro álbuns que tiveram bom desempenho nos EUA e até chegou a ser nomeado a um Grammy por estar na trilha sonora do filme Safe Heaven. Já a série foi exibida por nove temporadas e é uma das mais conhecidas pelo público jovem, tanto pela trama que envolve um garoto que sonha ser jogador de basquete, quanto pela marcante trilha sonora, que nos presenteava com músicas incríveis a cada episódio.


Música: “I Don’t Want to Be” – Gavin Degraw
Ouça também: “Not Over You”, “Chariot”

Freaks and Geeks
Após apenas uma temporada com dezoito episódios, a série sobre os jovens mais estranhamente geniais do colegial foi cancelada pela NBC devido à baixa audiência. Uma pena, pois tudo sobre Freaks and Geeks era ótimo, desde seu elenco composto por grandes nomes que atualmente fazem sucesso em Hollywood, até sua música de abertura, a extremamente famosa “Bad Reputation”. Joan Jett lançou a música quase vinte anos antes do lançamento da série em 1999, e não é à toa que a cantora é considerada a Rainha do Rock, já que sua carreira de sucesso é de imensa importância para o cenário do rock mundial.


Música: “Bad Reputation” – Joan Jett
Ouça também: “I Love Rock ‘n’ Roll”, “I Hate Myself For Loving You”

Friends
Impossível fazer uma lista sobre músicas de abertura de séries sem citar Friends e “I’ll Be There For You”, da banda The Rembrandts. Série e música se tornaram clássicos que se complementam como nenhuma outra e acredito que não há uma pessoa sequer que não saiba sua letra ou a hora de bater as palmas no meio dela. A banda fazia um relativo sucesso nos EUA antes da estreia da série em 2003 e foi a convite de um dos produtores que já conhecia e gostava de suas músicas que eles gravaram a música que marcou uma geração inteira.


Música: “I’ll Be There for You” – The Rembrandts
Ouça também: “The Way She Smiles”, “Just the Way It Is, Baby”

(Bônus)
Lost
Diferentemente do restante da lista, Lost não teve uma música de abertura, que se limitava a apenas um barulho de avião enquanto o nome da série era brevemente exibido. Na verdade, Lost mal tinha uma trilha sonora cantada, a grande maioria era instrumental e composta exclusivamente para a série pelo brilhante Michael Giacchino. No entanto, quem é fã do programa, assim como eu, foi marcado por uma sequência chocante na época onde era introduzido o melhor personagem da série ao som de Mama Cass Elliot, “Make Your Own Kind Of Music”. A cantora fez muito sucesso mundialmente e criou seu próprio estilo característico, com músicas que trazem uma vibe tranquila e animada e letras um tanto otimistas.


Música: “Make Your Own Kind Of Music” – Mama Cass Elliot
Ouça também: “Dream a Little Dream of Me”