Conheça Natalie La Rose, a nova promessa do R&B


Só em 2015, a artista holandesa já lançou duas colaborações com artistas de peso, abriu os shows do maior grupo feminino da atualidade e foi indicada a dois EMAs. E o 2016 dela só está começando.
Natalie La Rose pode dizer que já teve muita nessa vida. Nascida na Holanda, a moça foi a Los Angeles ainda jovem tentar uma carreira na indústria musical, e sua história se destaca de outros artistas estrangeiros simplesmente porque ela estava no lugar certo e na hora certa. Durante uma festa, ela abordou Flo Rida e disse que ainda iria trabalhar com ele algum dia, e foi então que, nada mais nada menos, ele a convidou para seu estúdio. Meses depois ela estaria nos palcos com ele pelo mundo e assinaria um contrato com duas gravadoras de sucesso.

Somebody foi seu primeiro single e no clipe Natalie já mostra a que veio. Com participação de Jeremih e samples de I Wanna Dance With Somebody, de Whitney Houston, as vozes dos dois se mesclaram perfeitamente e a música acabou agradando bastante, chegando a alcançar posições ótimas nos charts mundiais – destaque para o #2 no UK Singles Charts e o #10 no Billboard Hot 100. O vídeo consegue apresentar as melhores qualidades da cantora que complementam sua voz: sua atitude, suas habilidades de dança e sua beleza.


Pouco antes de sair em tour com Fifth Harmony na Reflection Tour, La Rose lançou seu segundo single, Around The World, dessa vez com participação de um nome que estourou em 2015, Fetty Wap, e com produção de Max Martin, que ajudaram a manter a qualidade do primeiro. Entretanto, aqui pode-se perceber que seu som mudou um pouco, apresentando muitos traços do pop latino, principalmente no refrão. O clipe, inclusive, ressalta exatamente isso, com cores quentes, ambientação tropical, figurinos com pouco tecido e muita coreografia, chegando até a lembrar de I’m a Slave 4 U.


É evidente que Natalie La Rose tem grande potencial e que preenche todos os requisitos de uma boa artista R&B, e se seguir no caminho em que está, não vai demorar para ganhar mais reconhecimento ainda. É difícil se equiparar a gigantes como Beyoncé e Rihanna, justamente devido ao grande histórico e à fanbase que são bem consistentes, mas Tinashe vem provando que é possível, sim, fazer sucesso dentro de um estilo musical tão monopolizado. As duas são as novas queridinhas da indústria e acredito que ainda ouviremos muito seus nomes.

Para os fãs de: Tinashe, Beyoncé, Rihanna
Influências: Beyoncé, Shakira, Mariah Carey, Michael Jackson, Jennifer Lopez