Por que "New Rules", da Dua Lipa, é o clipe do ano?


Desde 2016, Dua Lipa não sai da boca do povo com seu dark pop contagiante. Porém, foi só no meio deste ano que toda essa repercussão chegou ao auge, com a obra de arte que é o clipe de “New Rules”. Separamos, portanto, alguns motivos que explicam porque o vídeo dessa música é puro lacre.

É com uma vibe festeira, que tem seus cenários variados entre piscinas e hotéis, que Dua Lipa dá adeus aos corações partidos para ensinar as regras básicas do girlpower para as amigas. Tudo acontece de um jeito bem divertido e único. Confira a seguir por que este clipe foi tão bem aclamado:

01.  É UM HINO FEMINISTA!

Seguindo em frente após um término de namoro, Dua Lipa dá algumas regras para ninguém cair nas garras de alguém como a pessoa que a fez sofrer. Ao longo da música e do clipe, não só Dua Lipa supera seu ex, mas também incentiva e ajuda as suas amigas ao redor. Uma mulher ajuda a outra, É DESSE EMPODERAMENTO FEMININO QUE O MUNDO PRECISA!

02.  A DIVERSIDADE!

O vídeo ainda dá um show de representatividade! Há uma quebra de padrões de beleza, com lindas garotas de diferentes cores, etnias e formatos. Este grupo bem diverso é o que deveria estar no restante dos grandes veículos de massa, e não modelos irreais que só levam a problemas e enganações.

03.  AS CORES!

No começo, o vídeo é predominado por tons pastéis que deixam uma estética muito bonita. E, ao longo da música, ao ganharem confiança, as meninas usam e abusam das cores vibrantes, trazendo ainda mais significado para a letra. Nada é tão legal como quando a comunicação é passada por símbolos sutis como estes.

04.  A COREOGRAFIA!

A coreografia é sincronizada durante o clipe todo de uma forma muito dinâmica. Ela é toda baseada na interação entre as meninas, que contam com olhares matadores e desfiles de muita atitude. A todo momento, a continuidade e a comunicação corporal ficam cada vez mais enriquecidas e te prendem por completo.

05.  O MOVIMENTO DE CÂMERA E EDIÇÃO!

As garotas vão para lá e para cá e a câmera acompanha cada movimento delas, evitando o uso de cortes em excesso. E mesmo quando o corte é usado, é para interligar cenas de um jeito completamente novo e refrescante, como quando Dua abre a cortina do seu quarto e sai na cortina da piscina logo em seguida. A junção da edição com o movimento de câmera faz com que este clipe te cative desde o primeiro segundo. É OU NÃO É O CLIPE DO ANO!?