Itaipava De Som a Sol

"Cinquenta Tons de Liberdade" tem trilha sonora de tirar o fôlego



Cinquenta tons de liberdade, a mais nova adaptação da saga de livros Cinquenta tons de Cinza já está em cartaz nos cinemas e junto a ela uma trilha sonora que impressiona. Leva faixas muito bem elaboradas e grandes nomes da música, assim como nas anteriores.


Nesse último episódio da sequência, Anastasia e Christian Grey, personagens principais interpretados por Dakota Johnson e Jamie Dornan, finalmente se entendem e se casam, tendo o seu tão desejado final feliz. Até que dois supostos vilões da trama, já presentes nos filmes anteriores, reaparecem para atrapalhar mais uma vez a relação do casal. O longa também mostra a evolução dos personagens. Apenas o cartaz de divulgação já sugere que Ana deixa de ser aquela menina ingênua e passa a assumir o controle após o casamento. 

O conjunto de faixas da trilha sonora conseguem se encaixar perfeitamente com o filme, sem falar em todos os grandes compositores que aparecem em meio dela. No começo, em "Capital Letters", é possível perceber uma atmosfera mais alegre esperançosa, já cantado na voz da mais nova estrela Pop Hailee Steinfeld, mas tudo sem deixar o clima romântico de lado. Além de que após “For You” parceria de Rita Ora e Liam Payne, tudo parece ficar mais profundo e sensual.


Outros nomes que se destacam são o de Julia Michaels e Dua Lipa. Cada uma com o seu estilo próprio de composição, trabalham junto a narrativa de amor dos dois personagens. A primeira, com suas duas faixas, deixa até um clima mais erótico, conseguindo complementar as cenas típicas do filme. A artista Jessie J. também não fica de fora. Sua voz pode ser escutada em uma regravação da famosa música de James Brown “I Feel Good”. Claro que como uma readaptação para a trama, com um ritmo mais lento, sensual, porém ainda utiliza os sons de trompete ao fundo remetendo ao jazz antigo.

  
Quem não se mostra como nenhuma novidade é a cantora Sia. Ela fez parte da trilha sonora do primeiro filme e seguiu toda a trajetória da saga. Começou com “Helium” e terminou com “Deer in Headlights”. Em todas ela explora um ritmo mais lento e triste, mas nenhuma parece melhor ou mais sentimental que a primeira. Outra é Ellie Goulding, que também aparece novamente com a clássica “Love me Like You Do”, faixa que, inclusive, ficou marcada como tema da saga após o sucesso de lançamento junto ao primeiro filme.


Por fim, como bônus, ainda temos o prazer de escutar uma faixa cantada pelo próprio ator principal Jamie Dornan. "Maybe I'm Amazed" é uma regravação da composição de Paul McCartney dos anos 70, mas desta vez toda trabalhada no piano e adaptada a atmosfera do filme, talvez uma das mais românticas do álbum.

Todo o disco contém ritmos variados. Algumas faixas são no estilo Rock antigo, outras até R&B com uma atmosfera mais sensual, mas a maioria delas são baladas pop românticas, tudo em sincronia com a história e as cenas montadas para a telona.