Itaipava De Som a Sol

Anny Petti prova ser a mais nova revelação pop no EP “Jogo Proibido”


Após seu EP de estreia que deu o que falar, Anny Petti está de volta com seu segundo trabalho, o EP Jogo Proibido, que está sendo lançado em todas as plataformas digitais pela Universal Music.
Logo no seu EP de estreia, First, a cantora chamou atenção com sua identidade artística incrivelmente chamativa e bem apresentável que, somada ao Hip Hop rico com influência de R&B e Funk, trouxe uma qualidade admirável para o pop em cenário nacional. Prova disso foi seu single “Boom Boom” e suas melodias contagiantes acompanhadas de uma coreografia de aplaudir de pé.


A música que dá título ao trabalho é um bom exemplo. Ela divide microfone com D’Black em Hip Hop com alta dose de sensualidade e brasilidade. Muito pelo timbre de voz de Anny, que incorpora naturalmente elementos como sopro e fry, e carrega a sensualidade natural latina que é marca registrada da música tropical pelo mundo. A música tem aquela vibe perfeita que as rádios brasileiras tanto gostam. Tem tudo pra ser hit!


A cantora sabe se apropriar de diversas referências, construindo um som autêntico agradável para diversos públicos, com uma boa textura da atualidade, registrada principalmente pela influência do Funk em quase todas as canções. Porém, não para por aí. Anny também adiciona suas inspirações de Blues, Jazz e MPB em “Provocar” e o glorioso Hip Hop e R&B na dançante “Eu Duvido”, faixa idealizada perfeitamente para as pistas de dança.  A brasilidade também é interpretada de forma admirável na sensual “Encosta”, que é levemente guiada por um toque de Soul Music. A música também apresenta o rap da dupla Foreign.
Durante todo o material, percebe-se a essência da cantora de buscar as melhores referências, dessa vez ainda mais enraizadas na cultura brasileira, para se atualizar e criar sua própria rica originalidade que, ao ser transmitida em sua personalidade sonora e visual, não nos dá outra opção a não ser aumentar o som e colocar Anny Petti no nosso radar!


“(No processo do trabalho novo) Procuramos aproximar mais do público brasileiro, ou seja, abrasileirar o R&B e Hip Hop”, diz aquela que em um momento da carreira ficou conhecida como Gringa. Se bem que a nacionalidade ou cidadania da música pouco importa diante de trabalho da qualidade deste “Jogo Proibido”. Escute (em português) e dance (em qualquer idioma).” – Anny Petti