Itaipava De Som a Sol

Martin Garrix investe em romantismo em "Ocean", parceria com Khalid




Nessa sexta-feira (15/06), o DJ e produtor Martin Garrix lançou o seu mais novo single. “Ocean” é também a nova parceria do cantor pop Khalid e o seu videoclipe foi lançado simultaneamente. Ela apesar de ser uma balada eletrônica, também é romântica e bastante sentimental. 

Em suas produções, o DJ consegue se adaptar também ao estilo do cantor que o acompanha. Fato justificado em singles como “Scared To Be Loved” com Dua Lipa ou “In The Name Of Love” com Bebe Rexha. Podemos perceber em todas elas traços e características dos álbuns dos cantores em questão. A nova parceria com Khalid não é diferente.

Apesar de ser do ramo da música eletrônica, Garrix também não deixa de se envolver com um grau maior de sentimentalismo. “Ocean” representa um amor puro, que mesmo com todos os problemas, se mantém em pé. Já em seu nome, podemos ver uma metáfora para esses problemas. Toda essa barreira que pode fazer a pessoa desistir do amor, como ondas que vêm e vão. Porém, os dois encaram o relacionamento com esperança e firmam repetidas vezes que não irão desistir.

O seu ritmo não é dançante e animado como a maioria das músicas do gênero, mas sim bem dramático e romântico. Trata-se então de uma experimentação um tanto quanto inesperada e inovadora, sendo essa uma das características que diferencia o DJ do restante. A mistura moderna de sons computadorizados junto a orquestra colocada ao fundo, dá um toque indie pop e traz uma atmosfera até um pouco melancólica para a composição. 

O videoclipe, por sua vez, tem um cenário simples. Trabalha com efeitos de luz e sombra para dar o ar misterioso que a faixa carrega, além de trazer os dois artistas de personagem. Khalid narrando toda a história, enquanto Martin Garrix a vive. Ela, além de tudo, é uma balada sentimental. Fala sobre o amor em sua forma mais pura, podendo servir para um relacionamento entre namorados, familiares ou até para a relação do produtor musical com o seu público.

O que podemos dizer é que precisamos de mais DJs como Martin Garrix. Precisamos de mais artistas do EDM nos levando a um campo novo do gênero, nos apresentando o inesperado!