AURORA explora a natureza humana "Animal", seu mais novo single

Após seu debute de sucesso com All My Demons Greeting Me As a Friend e o maravilhoso EP de 2018 Infections Of a Different Kind - Step 1, a nossa fadinha norueguesa AURORA retorna com a promissora “Animal”, onde a cantora traduz a natureza humana com maestria poética e melodias pop jamais vistas no repertório da cantora.

O seu dark-pop lúdico e teatral já nos encantou em canções como “Queendom” e “Runaway”, mas agora a cantora está pronta para mostrar sua evolução e ir ainda mais longe com este novo single. O resultado é um verdadeiro hino pop feito especialmente para as pistas de dança, sendo ele um dos tiros mais comerciais e radiofônicos que Aurora deu até hoje em sua carreira. São batidas tribais marcantes e efervescentes que pulsam durante toda a faixa de um jeito dinâmico e contagiante que vão te fazer dançar muito. E, como se não bastasse a música ter uma das melodias mais fortes de toda a sua discografia, “Animal” também apresenta um conceito e um clipe bem chamativos e curiosos.

O single é sobre a natureza humana como um toda e seu instinto de estar sempre caçando por algo como verdadeiros selvagens, seja dinheiro, amor, sexo, sucesso, poder, ou qualquer outra coisa. Estamos sempre atrás de algo. E é através de versos grotescos como “You’re hunting for love, killing for pleasure. Lost in a concrete jungle” que Aurora deixa a ideia da canção bem clara: estamos em uma eterna batalha com nossos desejos impulsivos nessa selva de concreto em que vivemos. Poeticamente muito bem escrita, a canção descreve o impulso humano como uma dramática caçada insaciável que vivemos dia a dia. 


Com direção de Tim Mattia, o videoclipe registra todo o conceito muito bem, mostrando Aurora presa em uma gaiola e conseguindo fugir. Sendo assim, ela começa a vagar pelas ruas com seu vestido vermelho que contrasta com as cores frias e escuras que a cercam. Essa já é uma ótima representação de como nos sentimos no coletivo social. Ela está vibrante, com seus movimentos tão expressivos, até que chega em uma balada em que tudo fica ainda mais brutal. O clima fica caloroso e extremamente carnal, em crítica às relações superficiais e desejos momentâneos de hoje em dia. Tudo isso é interpretado com uma personalidade artística muito única da cantora. 

Combinando elementos inusitados e com um conceito muito bem elaborado, Aurora já começou 2019 muito bem e, se seguir o mesmo caminho deste single, deve dominar o ano com muito louvor. Pode vir, Aurorinha!