Why Don`t We e Macklemore mostram que não estão em clima de festa em nova parceira

A nova boyband do momento, Why Don’t We, aproveitou essa quinta-feira (21/03) para lançar a segunda parceria da carreira. “I Don’t Belong in This Club” carrega as vozes dos cinco meninos e mais a do rapper Macklemore.

A faixa é exatamente como uma parceria deveria ser: bem equilibrada em relação ao estilo dos artistas. Mesmo com muitas vozes, vemos todos os membros do grupo tendo o seu respectivo destaque e ainda assim, uma boa presença do rapper. Macklemore não parece desconexo à canção mid-tempo e adiciona ainda mais sinceridade e dramaticidade ao trabalho. Os meninos e o rapper mostram como são introvertidos de um jeito doce e adorável ao mesmo tempo.

Os instrumentos utilizados tornam dela uma música dramática. Principalmente o piano e o violino são bem marcados, característica antes já explorada pelo conjunto. Porém, já que estamos falando de festa, as batidas ainda são muito fortes e escutamos grande mistura de instrumentos ao ponto que tudo parece um pouco bagunçado. Essa também é a palavra para definir os sentimentos transpassados pelos versos.

A canção fala sobre a vida depois de um break up. “Forgot I hate being social. And I miss my ex-girl”.  Os cantores estão em um momento que querem sair, curtir com os amigos, ao mesmo que não estão em clima de festa. “I was waiting in line for an hour, just to get in, now I wanna get out”. Como não se identificar, não é mesmo?

“I Don’t Belong in This Club”, em sua maioria, tem atmosfera agitada, repetitiva, mas não é nada dançante e sim melancólica. Claro que nada se compara com o apelo emocional do pop em geral, mas dentro do mercado de boybands, vemos neste single mais do que nunca que Why Don't We possui uma certa unicidade sentimental, que se encontra em pequenas mesclas de R&B. Enquanto a maioria dos grupos masculinos sensações teen atualmente esbanjam estilo com personalidades despojadas, os nossos meninos vão contra a maré, abrindo a maré e apostando em um caminho mais delicado e fofo.

O seu videoclipe, que saiu na mesma data, tem os artistas dançando. Porém, parece que as danças não combinam com o ritmo. Como se eles tivessem querendo se encaixar naquela festa e no final, acabam não conseguindo. Acaba sendo bem divertido na verdade. Só conseguimos nos apaixonar ainda mais por esses cinco.


A primeira aparição dos artistas juntos foi quando a banda convidou o rapper para um show de da nova Invitation Tour, o que já nos introduzia para uma possível parceria. Mesmo assim, foi um pouco inesperada. O gênero musical que prevalece na faixa é o pop, mas sentimos o rap na medida certa, dando um ar de seriedade a mais. A faixa é capaz de agradar os fãs de ambos. Ela é, sobretudo, uma música comercial, sem muitas inovações. Perfeita para as rádios e para ser ouvida em momentos de relaxamento.