The National se reinventa no novo álbum "I Am Easy To Find"

Com vinte anos de carreira e já com sete álbuns no currículo, The National retorna com novo álbum, que reforça seu título de gigante da cena indie com um som bem substancial da banda, porém com leves mudanças e inovações que renovaram sua musicalidade de forma excepcional. É, nesse contexto, que nasce o já aclamado novo disco I Am Easy To Find.

O último lançamento do grupo, Sleep Well Beast, foi um sucesso. A banda já trazia nuances mais eletrônicas que davam cores à sua sonoridade. Agora, em I Am Easy To Find, o grupo chega com camadas mais suaves, melancólicas e profundas, bem parecidas com aquelas dos primeiros trabalhos que levou o The National ao estrelato. Tomamos “You Had Your Soul With You”, “Roman Holiday” e “Rylan” como três faixas que ilustram bem essa atmosfera.


São relacionamentos problemáticos, reflexões inacabáveis e um retrato da solidão moderna que constroem a temática deste lançamento. Isso tudo ganha ainda uma outra dimensão na voz colossal de Matt Berninger, nas belas melodias delicadas protagonizadas pela guitarra do incrível Bryce Dessner e batidas sensacionais de Bryan Devendorf.

Aqui temos, porém, duas grandes inovações que tornam o álbum uma obra singular e extremamente agradável do começo ao fim, fazendo da temática dolorosa algo mais leve e diverso. Estamos falando aqui da adição dos vocais femininos, que harmonizam perfeitamente com Matt Berninger. Nomes como Lisa Hannigan, Sharon Van Etten, Mina Tindle, Gail Ann Dorsey e Kate Stables brilham no disco, agregando ainda mais emoção e sensibilidade a faixas como “The Pull Of You”, “Where Is Her Head” e “Not In Kansas”.

E, além disso, o outro grande tesouro fica por conta do fato de que o álbum acompanha um incrível curta-metragem dirigido por Mike Mills e estrelado por Alicia Vikander (The Danish Girl, Ex-Machina). O filme explora takes artísticos que transbordam poesia em forma de imagem. Assim, o The National se reinventa com uma entrega completa a todos os estímulos.


Por fim, vemos um The National ainda mais moderno e ambicioso em I Am Easy To You. O álbum explora versatilidade e ilumina a sonoridade da banda em uma nova roupagem. Certamente um dos lançamentos mais grandiosos da banda!