Conheça Angèle, a cantora que divide os vocais no novo hit de Dua Lipa

Para muitas pessoas, Angèle ainda não era um rosto conhecido no mundo da música. Muito disso se deve ao fato da cantora belga cantar na maioria das vezes em francês. Mas, para nossa sorte, isso está prestes a mudar com “Fever”, parceira com Dua Lipa, que botou todos os holofotes do mundo direcionados à Angèle.


Angèle Van Laeken é essa cantora jovem de apenas 24 anos que cresceu numa família de artistas. Seu pai, o cantor Marka, tem certa fama na Bélgica, enquanto sua mãe, Laurance Bibot é uma humorista de sucesso no país. Outro fruto desse relacionamento é o rapper Roméo Elvis, irmão mais velho de Angèle.


A arte que veio de berço fez com que Angèle não se adaptasse à escolas católicas, e, motivada pelos pais, foi colocada para estudar Jazz desde cedo. Conforme foi crescendo e aprendendo a tocar teclado, a cantora já procurava pequenos cafés para apresentações intimistas. Paralelamente, ela teve a brilhante ideia de usar o talento que estava em seu sangue e fazia vídeos bem humorados no Instagram enquanto apresentava ao mundo suas músicas. Em pouco tempo, ela havia conquistado um milhão de seguidores na rede social.


O resultado disso? Em 28 de outubro de 2017, Angèle abanndonou o jazz e se arriscou ao pop, lançando sua primeira música, “La Loi de Murphy”, e logo foi aclamada pela crítica e público, alcançando a 5ª maior posição dos charts belgas com seu single de estreia.



Durante todo ano de 2018, Angèle procurou finalizar seu primeiro álbum, Brol, lançando os singles “Je veux tes yeux”, “La Thune”, e “Jalousie”. O álbum viu a luz do dia um pouco antes  do aniversário de lançamento do seu primeiro single, no dia 5 de outubro de 2018. No mesmo dia, Angèle lançou como single a parceria com seu irmão Roméo Elvis, “Tout oublier”. A partir daí, a cantora já era uma das maiores de seu país, tendo alcançando o topo das paradas belga e francesa.



Angèle teve um 2019 ainda mais incrível. Seu primeiro álbum foi relançado após um mês, dando espaço para o Brol, la Suite e ainda fez de single o incrível hino feminista “Balance ton quoi”. O clipe contém, além da sua marca bem humorada, retratação de muitas das situações desconfortáveis que as mulheres são submetidas e objetiva construir uma sociedade mais instruída, aceitável e educada para que todos nós possamos viver nela respeitando as diferenças.



Seu sucesso foi tão estrondoso que ela foi a cantora de língua francesa mais ouvida no mundo em 2019. A turnê de divulgação do álbum ocupou inclusive algumas das principais arenas da Europa. A partir de então, Angèle não passava mais despercebida pela indústria musical. 


Tanto foi assim que na live One World: Together At Home, com curadoria de ninguém mais ninguém menos que Lady Gaga, Angèle foi escolhida a dedo para uma performance intimista de “Balance ton quoi”. Toda sua trajetória a trouxe até Dua Lipa, e resultou na incrível parceria “Fever”.


As ótimas músicas de Angéle fizeram com que a cantora conseguisse penetrar na dura bolha daqueles que só ouvem músicas em inglês, e até algumas vezes em espanhol. Com certeza Angèle é uma das grandes apostas da música mundial e ainda vai ser centro das atenções ao redor do globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário