Revelação do pop britânico, Freya Ridings transforma seus desabafos em um hino dançante com "Weekends"

O ano mal começou e já estamos cheios de lançamentos surpreendentes para ativar nosso radar musical e o novo single de Freya Ridings é, inquestionavelmente, um forte elemento desta lista. “Weekends” prova a potência da cantora como uma das principais revelações do pop britânico dos últimos anos e reafirma melodias disco à la Nile Rodgers com letras confessionais sobre solidão.

Enquanto a voz distinta de Freya constrói um tom de dramaticidade único e cativante entre seus versos de vulnerabilidade, a produção já contrasta em um caminho expansivo e dançante que resulta em uma obra inusitada cheia de autenticidade. Um hino pop com muitos desabafos: “Eu realmente não tenho amigos, não saio nos fins de semana. Não tenho mais um amor para mim”, canta ela no refrão.


“Terminei um relacionamento um pouco depois de ganhar meu primeiro disco de platina com ‘Lost Without You’. Eu não tinha ninguém para ligar e estava sentada sozinha em um bar em King's Cross. Eu escolhi colocar energia na minha carreira, mas você perde tantos aniversários, as pessoas simplesmente param de convidá-la porque acham que você não está por perto. Parece que eu tinha milhares de pessoas ao meu redor, mas na verdade eu estava mais sozinha do que nunca. Então aquela música parecia que eu estava sendo assustadoramente honesta comigo mesma, o que foi difícil”, revela ela.

Este é só um gostinho da jornada de autodescoberta que Freya enfrentou para a criação de seu novo disco, Blood Orange, que chega no dia 05 de maio. O projeto é um relato intimista de uma artista em transformação.

Segundo ela, o álbum trará duas metades, uma amarga e outra mais doce: "18 meses comigo realmente com o coração partido e sozinha e depois 18 meses sendo o mais feliz que já estive", conta ela. Já estamos muito ansiosos para poder mergulhar neste universo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário