Itaipava De Som a Sol

Conheça o som indie-electro conceitual de The Heirs


A banda liderada pelos irmãos Brandon e Savannah Hudson é a aposta da Capitol Records para 2016. E de fato, a sonoridade indie-electro pop deles promete te contagiar dos pés à cabeça.

A origem da banda veio com os irmãos Hudson, que sempre tiveram paixão pela música em comum. Porém só em 2013, o famoso empurrãozinho necessário aconteceu: o duo chegou às quartas de final da oitava temporada do America’s Got Talent, fazendo com que várias portas se abrissem para eles. E 2014 foi o período de amadurecimento, no qual eles tiveram a oportunidade de experimentar e arriscar mais em suas músicas, acabando aos poucos com a imagem prematura que tinham. E com esses pequenos passos que seguiam depois do reality show, os dois se acharam musicalmente, encontrando confiança em seu som, fazendo com que o grande boom acontecesse: Capitol Records tomou reconhecimento do duo e os contratou sem pensar duas vezes.

Ainda em 2014, Savannah e Brandon, com o nome de The Heirs, tiveram acesso à grandes nomes do ramo musical, incluindo produtores de Icona Pop, Beck e Sheryl Crow. Logo, não demorou muito para eles lançarem o dançante single de estreia “Alright Goodnight”, que fez parte do EP Ecliptic, lançado em 2015. E, finalmente depois de tanta trajetória como dupla, os irmãos Hudson trouxeram sua banda de apoio para a formação original do The Heirs. Afinal, nada mais justo, já que todos criaram laços fortes no ônibus de turnê, que rondou os EUA por um ano atrás de divulgação.



O objetivo do grupo é entregar um material sonoro bem consistente, porém ao mesmo tempo muito trabalhado liricamente. Por isso, ao ouvir as músicas de The Heirs, não ache que é mais um synthpop barato da indústria, afinal toda música lançada até agora foi pensada para que o público se identifique e se inspire com as letras, de temáticas variadas – desde corações partidos até o encorajamento para a liberdade.

Essa é a grande promessa da banda: iluminar o caminho de quem precisa, mantendo uma vibe animada e dançante ao mesmo tempo. E de fato, a banda realiza o que tanto prega. Todas as músicas trazem um sentimento refrescante de libertação como uma brisa que bate no rosto quando se está dentro de um carro em movimento com os vidros abertos.



Precisamos de mais grupos no mercado que façam músicas energéticas sem esquecer de uma mensagem de potencial transformador. Muitos almejam o sucesso, porém quando o conseguem, se tornam rasos. The Heirs, diferente de vários da indústria, conseguem mostrar honestidade em suas músicas da maneira mais positiva possível. E mesmo jovens, sabem usar a plataforma de maneira sábia, espalhando otimismo por onde passam.

A banda promete lançar o primeiro álbum de estúdio ainda neste ano, nos deixando bem ansiosos pelo que está por vir. E ainda, The Heirs está no line up da Vans Warped Tour desse ano, tendo a oportunidade de ganhar ainda mais reconhecimento do público.
Mal podemos esperar para o mundo conhecer o trabalho deles!

Para Fãs de: Passion Pit, Icona Pop, Bastille.

Principais Influências: Fleetwood Mac, The Killers, Blondie.