Mantenha a cabeça erguida e o sorriso no rosto com essa playlist motivacional


A tristeza é um estado de espírito natural do ser humano, mas, acima de tudo, é sempre muito importante estar de bem consigo mesmo. Não se deixe abalar com as adversidades da vida, somos todos capazes de conquistar nossos objetivos. Inspire-se na nossa playlist para manter sempre a cabeça erguida. Você consegue!



Robyn – Dancing On My Own (escolhida por Peterson Augusto)

”Dancing On My Own” é provavelmente uma das músicas mais bonitas do gênero. Robyn passa uma emoção tão grande nas letras que fica impossível não se compadecer pela garota ou se identificar por já ter passado por situação parecida. Nem sempre os sentimentos são recíprocos entre duas pessoas e, infelizmente, iremos ter nossos corações partidos diversas vezes até encontrarmos o alguém certo para junta-los novamente, e é exatamente por isso que, primeiramente, o amor próprio é essencial. Esta é a mensagem extremamente importante da música, onde Robyn, mesmo machucada, continua dançando sozinha, sem parar, sem deixar de se amar e de se valorizar.

Florence + The Machine – Dog Days Are Over (escolhida por Peterson Augusto)


É fato consumado – ou quase isso – que Florence Welch é uma Deusa que abençoa a todos com suas melodias, por isso, nada melhor para levantar a vibe do que com um de seus belos cânticos. Falando sério, não conheço ninguém que, ao ouvir “Dog Days Are Over”, consiga ficar parado, sem se deixar levar pela positividade que a música traz. Na letra, Florence avisa que os dias ruins, cheios de adversidades e complicações, estão no fim, dando lugar para grandes alegrias que virão. E acredito que a partir do momento em que tomamos esse pensamento como uma espécie de mantra pessoal, ele passa a se tornar uma realidade, pois positividade gera positividade.

Nina Simone – I Ain’t Got No/I Got Life (escolhida por Gabriel Bonani)

Nina Simone foi eternizada como uma das maiores lendas da música e, sem dúvida alguma, ela foi uma mulher muito forte e incrivelmente sábia quanto aos valores da vida. Em “I Ain’t Got No/I Got Life”, a cantora deixa explícito, como ninguém antes, o poder que temos em nossas mãos de reverter qualquer negatividade. Nessa música, percebemos que independentemente da situação, o pessimismo é só mais uma opção. Portanto, Nina Simone aqui encoraja você a mudar seu ponto de vista para conseguir se aceitar e seguir em frente. A vida é bela, basta você querer ver. 

Frank Turner – Get Better (escolhida por Gabriel Bonani)

Não é à toa que essa música vem de um álbum chamado Positive Songs For Negative People – aliás, recomendo você ouvir o disco todo, porque me ajudou e com certeza vai te ajudar a ver a vida diferente. “Get Better” tem o elemento principal que uma pessoa que passou por dificuldades precisa: a energia por si só. A música te levanta de um modo irreversível. Dá para perceber a atitude e personalidade forte no ritmo e na letra da música. Determinação para a mudança é tudo nessas horas e é isso que essa canção transmite.

Christina Perri – I Believe (escolhida por Gabriel Bonani)


A voz da Christina Perri já tem esse artíficio emocionante de sobra, então imagine agora isso somado a uma letra motivacional tão bem escrita. “I Believe” é, na minha opinião, uma das músicas mais bonitas da carreira da cantora. Ela soube construir um encorajamento pouco a pouco com o passar dos segundos da música, de forma encantadora. A transmissão de paz é tão forte que ao final, quando Christina repete “This is not the end of me, this is the beginning”, você vai se sentir de mãos dadas não só com a cantora, mas com bilhões de pessoas ao seu lado. É impossível se sentir sozinho com “I Believe”. 

Oasis – Stop Crying Your Heart Out (escolhida por Peterson Augusto)


É maravilhoso o poder que Oasis tinha de criar músicas fortes que deixaram suas marcas nos anos 90 e que perduram até os dias de hoje. “Stop Crying Your Heart Out” é um grande exemplo e, além de trazer enorme nostalgia, também carrega consigo mensagens muito bonitas. Basicamente, a banda pede calma para o seu coração, porque no fim tudo vai dar certo, ainda que tudo aponte para o contrário. O desespero bate, sim, quando passamos por situações difíceis, mas temos que tomar um momento para respirar fundo e lembrar que o que passou, passou, e que o destino ainda nos aguarda ótimas coisas.

Coldplay - Up With The Birds (escolhida por Jhonatan Oliveira)

Um lado diferenciado do Coldplay é mostrado nessa faixa pouco conhecida do álbum Mylo Xyloto. Diferente dos hits do álbum, esta é calma e doce. Os vocais suaves e mais tradicionais acompanham o início leve que se prolonga e transforma-se até o solo que traz tons mais fortes da voz do Chris Martin, inclusive seus graves e agudos. A música parece ter sido preparada para um musical dramático, ou uma bela apresentação de dança. A lindíssima letra nos faz imaginar um outro mundo, fora de nós, mas alcançado por nós mesmos, nos trazendo para cima com os pássaros.

Wildes - Bare (escolhida por Jhonatan Oliveira)

Wildes é uma cantora de indie alternativo natural de Londres. Como um perfeito poema, a letra bem composta te puxa para cima e levanta o seu astral, apesar do ritmo mais lento e calmo da música. Iniciado pela guitarra, o som prossegue e a belíssima voz da Ella Walker entra em cena tornando a música não só viciante como também hipnotizante, definitivamente capaz de melhorar o humor.

Kodaline - Lose Your Mind (escolhida por Jhonatan Oliveira)

Uma das músicas de início de carreira de Kodaline que já traz o sucesso lírico da banda irlandesa. Lose Your Mind faz você literalmente perder a cabeça e transportar-se para o mundo da música até seu humor melhorar. Os vocais do Steve Garrigan com os outros integrantes da banda fazem um lindo coral e, propositalmente, no meio da música, falas aleatórias "atrapalham" a letra. Como a própria letra nos ensina: "todas as coisas que te fizeram sentir melhor, você deveria escrever em uma carta".