Itaipava De Som a Sol

Relaxe e desfrute um bom indie brasileiro


Quando tratamos de músicas Indie, sabemos que há muitos artistas espalhados por todo o mundo com um grande potencial, independentemente do estilo de maior apego. No Brasil temos grandíssimos artistas com belíssimos sons, capazes de conquistar muitos ouvidos. Neste post você confere uma lista com alguns dos bons artistas brasileiros independentes.

Rubel – Quando Bate Aquela Saudade

Abusando do indie folk, Rubel é uma banda formada por sete caras sensacionais. Seu vocalista – Rubel – um dia viajou para Austin, EUA e conviveu com muitas pessoas numa cidade rodeada de música. Sendo assim, ele compôs sete músicas e montou o projeto. Quando Bate Aquela Saudade é tocante em seu ritmo e letra, parecendo ter sido inspirada no tradicional folk e um pouco de country. Com a grande suavidade, a voz de Rubel acompanha a letra melancólica e muito íntima, esbanjando o sentimentalismo, e poeticamente encanta os ouvidos. Assim como esta, as outras seis músicas do seu álbum Pearl são inteiramente relaxantes e originais, provando a grande capacidade do grupo.

Anavitória – Singular

As jovens meninas do Tocantins arriscam-se em um Pop Rural (um pop mais apegado ao sertanejo) e ainda misturam alguns diferentes estilos musicais. Com suavidade, elas completam-se em voz. Singular é faixa presente do álbum ANAVITÓRIA e mantém-se como uma música leve, com forte apego ao violão e combinação das duas vozes. O som torna-se agradável com seu ritmo e letra, que é romântica e confortável.

Tiago Iorc – It’s a Fluke

Nascido em Brasília, com sua infância montada no sul do Brasil e integrada com culturas de países como Inglaterra e Estados Unidos, Tiago começou suas composições em inglês. It’s a Fluke, do álbum Zeski, é um exemplo da grande capacidade lírica do cantor. Predominante o ritmo do violão, a voz calma e serena de Iorc traz um relaxante alívio aos nossos badalados ouvidos, principalmente após um longo dia. A letra é intensa e sentimental, tanto quanto as outras faixas do álbum. Além disso, Tiago faz sucesso com suas músicas em português, que também não fogem de sua boa composição.

Los Hermanos – Sentimental

Em uma mistura de Rock com MPB, a banda carioca estourou por todo o Brasil, no fim da década de 1990 (início da carreira). Sentimental é faixa integrante do álbum Bloco Do Eu Sozinho, que conta com músicas muito íntimas e de letras marcantes. Esta música tem a letra melancólica misturada à maravilhosa harmonia da banda, o que a faz ter um toque especial pela grande originalidade e lirismo.

Planar – Vendaval

A banda criada no Rio de Janeiro traz o seu bom Rock como principal estilo. Vendaval está no álbum de estreia da banda, Invasão. A música conta com o ritmo marcante do baixo e da guitarra. Sua letra prova a originalidade da banda e mostra que há um sucesso ascendente esperando pelo grupo, que está rodando o sudeste com seus shows.

Banda do Mar – Vamo Embora

A banda luso-brasileira formada por três integrantes mistura ritmos como pop, rock e MPB. Seguidos de turnê pelo Brasil e em Portugal, a banda lançou o álbum Banda do Mar, contando com doze incríveis faixas. Vamo Embora é protagonizada na voz de Marcelo Camelo, a qual é acompanhada em partes pela bela voz de Mallu Magalhães (sua esposa). O sentimento de calmaria é alto desde o início que conta com a bateria e o violão, logo acompanhados suavemente pela voz de Marcelo na bela e original letra.

Maglore – Mantra

A banda de Salvador, com três integrantes, apegou-se ao Rock Alternativo. Mantra, presente no álbum III, inicia-se diretamente com as vozes dos integrantes misturada ao som da guitarra e bateria, mostrando o apego ao rock, também pelo pequeno solo instrumental no meado da canção. Conta com uma letra bem original e com belos jogos de palavras (como comparações), provando a capacidade lírica do grupo que possui três álbuns de estúdio.

Liniker e os Caramelows – Zero

Liniker é originário de São Paulo e juntou-se ao seu grupo para gravar seu som  que é caracterizado como Soul Music. De início tocante com as belas vozes, ritmo calmo e envolvente, Zero traz diversidade de instrumentos e letra forte. Totalmente compostas por ele, as músicas do seu primeiro EP Cru incluem variações, mas Zero é a mais intensa em questão lírica, instrumental e vocal, já que é romântica e muito original.