Itaipava De Som a Sol

O melhor da música alternativa no Lollapalooza 2018


A edição do Lollapalooza desse ano, mesmo que esteja com maior variedade musical, ainda não deixou os mais “alternas” de fora. Com LCD Soundsystem, The Killers, The National e muito mais, o festival traz um time muito forte da música alternativa. O que podemos esperar dos sets deles?

LCD Soundsystem


A ansiedade para ver a banda no lineup já estava sendo acumulada a cada novo ano. Agora, finalmente os pedidos foram atendidos! A banda liderada por James Murphy, deve trazer seu dance-rock único aos palcos do Lollapalooza no primeiro dia do festival. LCD Soundsystem deve trazer um show icônico, com um jogo de luzes muito particular da banda e AQUELA entrega do James Murphy, que torna tudo ainda mais épico. Com altas chances de encerrar a noite no Palco Ônix, eles trazem um repertório embasado no recém-lançado e premiado American Dream, onde temos o hit “Tonite”, mas não devem se esquecer dos sucessos das antigas, como “Daft Punk Is Playing At My House” e “Dance Yrself Clean”.



The Killers


A agonia do hiato doeu em qualquer pessoa que tenha sido marcada por hits como “Mr. Brightside” e “When You Were Young”, não é mesmo? Ainda bem que tivemos um comeback incrível com o último álbum, Wonderful Wonderful, lançado no ano passado. Agora a banda volta ao Brasil para repetir aquela noite icônica do Lollapalooza 2013, que está na história do festival até hoje como um dos melhores shows. Nessa edição, porém, podemos esperar aquela mesma energia de sempre vinda de Brandon Flowers – um dos melhores showman da história da atualidade –, que vai nos animar para celebrar a carreira da banda com os sucessos de sempre e os novos tesouros lançados no ano passado. Já estamos ansiosos para ver o que The Killers está preparando para nós!


Mac Demarco


A gente sabe que o Lolla vai estar bom nesse ano quando o ícone do indie rock psicodélico está no lineup, não é mesmo? Mac Demarco deve trazer sua presença peculiar e única em um set com músicas dos discos passados que a gente tanto ama, mas também deve apresentar pela primeira vez no Brasil o seu novo álbum This Old Dog. E pra você que gosta de ficar pertinho do artista, esse é o show perfeito pra você, já que o músico ama ir pra plateia em seus shows. Será que teremos mais crowdsurf do Mac Demarco em pleno Lollapaloza? É o que queremos!



The National


A banda de indie rock americana já é uma das grandes pioneiras do gênero, nos trazendo sucessos desde 2001. Agora, portanto, a história é outra: The National volta ao Brasil para apresentar seu tão bem aclamado e premiado último disco, Sleep Well Beast, com um som sóbrio e muito particular do grupo que chamou a atenção de muitos e já está sendo considerado um dos maiores sucessos de sua carreira. The National deve trazer um show cheio simples, orgânico, mas acima de tudo muito emocionante. Sabe aquela banda que encerra o palco Ônix deixando a plateia toda arrepiada? Bom, é esse papel que o grupo provavelmente vai se enquadrar nessa edição do festival. Não dá pra perder!


Kaleo


O blues rock envolvente de Kaleo promete ser uma das grandes revelações do festival. A banda islandesa viaja entre polos mais tocantes, sensíveis e até violentos em algum momentos. O quarteto traz aquele som cru e natural que a gente tanto ama e que vem se tornando cada vez mais raro no mercado. Com essa premissa, eles trazem um repertório embasado nos seus dois brilhantes álbuns. As músicas são muito bem compostas, com interpretações bem fortes e determinadas do vocalista JJ Julius Son, que traz vocais que vão te deixar de queixo caído.


Metronomy


Metronomy está sempre vindo para o Brasil. A banda inglesa ama o nosso país, afinal a energia do público brasileiro se conecta muito bem com o set animado do grupo. Com um experimentalismo que vagam entre o indie e o eletrônico, eles nunca falham em colocar todo mundo pra dançar. Metronomy deve trazer um set mais exuberante e descontraído, com visuais chamativos e jogos de luzes que tem tudo pra dar ainda mais vida à edição desse ano.


Aproveitando o momento, que tal curtir uma playlist com todos esses artistas pra aquecer pro festival? Vem com a gente: