Ariana Grande: obrigado pelo Sweetener, mas agora, próximo!

Ariana Grande sequer respirou com “Breathin’” e já deu início aos trabalhos do próximo álbum, alegando não ligar para eras cronológicas e reforçando sua decisão de lançar o que quiser, quando quiser. Isso mostra uma forte singularidade artística de Ariana, que triunfa em “Thank U, Next”, primeiro single do álbum de mesmo nome, a ser lançado até Março do ano que vem. 

A canção é a essência do R&B que Ariana se encaixa tão bem, como vimos em canções como “Knew Better Part II” e “R.E.M.”. Os vocais são discretos, sem muitas firulas, indo direto ao ponto de sua narrativa: grata a todos os ex, agora, próximo.

A grande preciosidade da canção, porém, se encontra na letra, onde Ariana Grande é sincera sobre seus amores passados, sem medo de tocar na ferida. Ela aqui agradece muitos deles, seja pela experiência boa ou pelo amadurecimento que trouxeram à vida da cantora, que viveu uma onda de instabilidade nos últimos tempos com a morte do seu amor de longa data, Mac Miller, e o chocante término com seu ex-noivo Pete Davidson, para quem ela mesma dedicou boa parte do Sweetener.


Na faixa, Ariana chega a comentar de como percebeu, com o tempo, que Big Sean não era compatível à ela e até sobre como as músicas escritas para Ricky Alvarez, seu namorado em 2015 que rendeu inspiração para “Moonlight” e “True Love”, a fazem rir hoje em dia. Ela quebra o silêncio sobre o seu mais recente relacionamento, com Pete, e fala que é grata por ele, mas a mais dolorosa verdade se encontra nos versos sobre Mac Miller: “Wish I could say 'thank you' to Malcolm, 'cause he was an angel”.

Amor, paciência e dor. Ariana Grande mostra tudo o que viveu nos seus últimos amores e se posiciona hoje como um grande exemplo de evolução pessoal e superação. A música se mantém como um maravilhoso holofote de positividade, que ilumina uma Ariana sensata e madura. Com tantas revelações e reviravoltas, “Thank U, Next” acaba no melhor lugar possível: amor próprio. 

Dificilmente será um hit nos moldes de seus recentes sucessos, mas deverá ter boas posições nas primeiras semanas. Não que Ariana se importe, claramente, e é isso que deixa a faixa tão deliciosa. Esse é um momento importante para a cantora. Nessa era, sua maturidade deve vir à tona como nunca antes. E, por isso, dizemos: estamos prontos para sua verdade, Ari. Que venha Thank U, Next, o álbum!